CPF e CNPJ: conheça a lógica por trás dos números

Um dos detalhes mais interessantes sobre o CPF e o CNPJ é que a numeração desses documentos não é simplesmente aleatória ou uma contagem direta de quantos CPFS ou CNPJ fá foram expedidas até hoje.

Se você sempre teve curiosidade de entender melhor o que os números do CPF e do CNPJ representam e a quantidade de informações que se pode extrair de um simples documento, você vai aprender aqui qual a lógica por trás dos números do CPF e CNPJ, conseguindo depois disso identificar muitas informações apenas de checar a numeração.

Como funciona a lógica do CPF?

Um CPF válido é composto sempre por 11 dígitos, que são colocados em uma ordem onde alguns números tem uma significação especial, como por exemplo, o nono número do documento representa na verdade o estado onde ele foi requerido.

Além disso, existe um cálculo para a existência do s chamados dígitos verificadores, que são conseguidos por meio de um cálculo chamado modo de divisão de 11.

Esse cálculo precisa ser feito separadamente para o primeiro e para o segundo número, levando em consideração uma série de que fazem com que, no momento em que o número de CPF é colocado em um computador, ele consiga refazê-lo e verificar que este número é realmente verdadeiro.

Como funciona a lógica do CNPJ?

Já no CNPJ temos uma lógica realmente diferente, já que existem alguns blocos de números, sendo que cada um deles tem seu próprio motivo de existir e cada um segue uma série de especificidades.

No primeiro bloco temos o número de inscrição, que esse sim é simplesmente um número ordinal da empresa que foi está sendo registrada. Já no segundo, temos um número identificador de empresa, matriz e filial e finalmente os dígitos de validação, que são calculados da mesma forma que no CPF, oferecendo assim aos computadores uma forma fácil e simples de verificar a veracidade do documento em questão.

Por que é importante proteger o CPF, mas não tanto o CNPJ?

O CPF é um número pessoal e intransferível, um equivalente a uma assinatura dentro de diversos ambientes. Não passar seu número de CPF sem necessidade extrema é muito importante, e tomar cuidado adicional no caso de passa-lo em transações online é simplesmente indispensável. Faça uma Consulta de CPF e veja.

Já o CNPJ da empresa é um pouco menos importante, já que existem formas de conseguir o número por meio de consultas na junta comercial, que acabam oferecendo esses números para consulta fiscal e de outras questões da empresa, especialmente quando uma empresa vai fazer compras com a outra ou quando existe algum tipo de pendência de impostos e dívidas.

Outro detalhe importante é que com tanta tecnologia e encriptação de computadores, ainda hoje é possível fazer fraudes com números de CPF e CNPJ, então algum cuidado é sempre importante, especialmente com pedidos de cartão de crédito e similares.

Agora que você já conhece todo o processo lógico por trás dos números do CFP e CNPJ, você sabe como é possível para páginas e programas reconhecerem um CPF ou CNPJ válido! Saiba como Consultar CPF na Receita Federal.