Como tratar uma pele danificada pelo sol e voltar a tele uma pele saudável

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a pele é um órgão do corpo que, apesar de não aparentar, precisa de muitos cuidados para estar saudável. Uma das principais queixas em relação a esse membro é em relação a pele danificada pelo sol. Dentre os raios mais prejudiciais para o tecido epitelial está o ultravioleta, por isso não deixe de conhecer algumas orientações para não ser prejudicado por ele.

Quando se passa muito tempo sob a exposição aos raios solares, é esperado que queimaduras ocorre. Como reação dessa situação, a pele danificada pelo sol passa a apresentar diversos sinais como, por exemplo, ardência e vermelhidão.

Esse tipo de complicação quando não cuidada pode causar complicações mais graves.  Diante desses fatos, saiba como tratar esses eventos.

Cremes

Após ficar um longo período exposto e sentir que a sua pele apresenta sinais de que está danificada, uma das ações que devem ser adotadas para tentar amenizar os efeitos sofridos é aplicar um creme lift gold pós-sol ou refrescante, de preferência sem álcool.

Geralmente, os cremes com essa finalidade possuem as substâncias corretas para contra remediar os efeitos apresentados pela pele danificada pelo sol. E sem contar que ele ajudará a aliviar um pouco as dores.

Na hora do banho

Dado as condições em que a pele se encontra, para evitar que mais danos sejam causados, procure evitar tomar banho com água muito quente. Ao submeter a pele novamente a altas temperaturas, sem dúvida, você estará prejudicando ainda mais a condição que ela apresenta.

A recomendação é utilizar a temperatura morna e, quando possível, a fria até que a situação se normalize ou pelo menos pare de apresentar um nível elevado de ardência.

Outras dicas para pele danificada pelo sol

Além das orientações já destacadas, também é importante que você conheça mais algumas dicas para lidar melhor com esse tipo de situação:

  • Compressa de água fria: uma excelente forma de esfriar a temperatura da pele é preparar compressas de água fria e aplica-las sobre as regiões afetadas. Isso diminuirá a ardência e também a sensação de calor.
  • Beba muita água: como o corpo ficou muito tempo exposto a luz solar é esperado que ele tenha se desidratado um pouco, por isso beba bastante água.
  • Bolhas: em alguns casos, pode ser que algumas bolhas surjam pelo corpo. Ao observar a formação delas, tome o máximo de cuidado para não estoura-las visto que isso somente prejudicará a sua pele e ainda causará mais dor.

Essas são as principais dicas a respeito da pele danificada pelo sol. Por meio delas você conseguirá realizar o tratamento adequado. Apesar de parecer clichê, não existe uma forma de acelerar a resposta do organismo, só com um pouco de tempo será possível curar totalmente as queimaduras de pele.

Por isso, devido as diversas complicações que a pele pode sofrer com a luz solar, nunca deixe de usar protetor.

E, para finalizar, é importante destacar que essas considerações a respeito da pele danificada pelo sol devem ser levadas em consideração apenas se a queimadura for branda. Em casos mais graves, o ideal é buscar ajuda de um médico para avaliar o caso.